• Mr. Frete

Como contratar motoboy para delivery?

Atualizado: 28 de Dez de 2020

Há várias formas de contratar um motoboy para seu delivery. Hoje, vamos destrinchar como funciona cada uma dessas contratações.




A cada ano que passa, os serviços de entregas se tornam mais essenciais.


Afinal, cada vez mais pessoas optam por pedir encomendas em casa. Seja de restaurantes, mercados, farmácias, lojas virtuais e qualquer outro tipo de estabelecimento que possibilite esse deslocamento.


Além disso, não há como esquecer que a crise provocada pelo coronavírus acelerou esse processo, já que muitas pessoas que antes se recusavam a fazer compras em casa, passaram a ser obrigadas.


Pelo lado dos estabelecimentos, a pandemia fez com que os negócios precisassem se organizar de forma a atender seus clientes à distância.


Segundo uma das clientes da Machine, Bruna Baseggio, responsável pelo aplicativo de motoboys Juma Entregas, muitos estabelecimentos que não tinham interesse nos serviços prestados pela empresa, entraram em contato imediatamente assim que a crise começou. “A gente falava para eles da importância de ter um serviço de entregas, mas eles não queriam.


Agora, com a crise, muitos deles voltaram atrás”.


Se você é um desses casos e agora está atrás de um serviço de entregas ou quer contratar um motoboy, queremos já te alertar que não há só uma forma de fazer isso.


Você vai ouvir diversos especialistas alertando que a contração de um motoboy para seu delivery vai depender de diversos fatores, como os custos na sua região e a sua demanda.


Nossa intenção aqui é falar algumas dessas formas e como a plataforma da Machine pode te ajudar.


Quais são as formas de contratar um motoboy para meu delivery?


Para você montar um sistema de delivery dos produtos do seu estabelecimento, você pode:

  • Contratar um motoboy registrado com carteira assinada;

  • Contratar um motoboy MEI que te atenda de forma autônoma;

  • Cadastrar o seu estabelecimento em um aplicativo tipo iFood;

  • Contratar um serviço terceirizado de entregas.


Contratando um motoboy registrado com carteira assinada


O motoboy registrado com carteira assinada é aquele profissional clássico, que será funcionário da sua empresa.


Ele terá horário fixo, salário referente ao piso da categoria, férias, décimo terceiro e todas os direitos de um trabalhador CLT.


A grande vantagem é exatamente você ter um profissional subordinado, ou seja, não precisar se preocupar com faltas, horários e ainda poder treiná-lo para padronizar sua forma de atendimento.


Afinal, uma das reclamações de estabelecimentos que terceirizam o serviço de entregas é não poder ter controle sob sua operação logística.

Segundo o empresário Marcelo Marani, outra forma de contratar um motoboy com carteira assinada, é realizar um contrato intermitente, em que ele também terá seus direitos garantidos, mas você pode solicitar seus serviços apenas em momentos de pico. Dessa forma, você pode pagar um salário um pouco menor.


Para ele, a opção de contratar um motoboy CLT foi a melhor opção para seu estabelecimento, pois apesar de um investimento inicial maior com a compra de equipamentos, ele consegue ter toda a operação em suas mãos. "Talvez não seja a melhor forma para todos, mas é a que eu uso (...) você precisa ver qual que se adequa ao seu delivery".


Contratando um motoboy MEI


O motoboy MEI não será funcionário da sua empresa.


Ele é um microempreendedor individual, ou seja, é uma empresa que prestará serviço para o seu estabelecimento.


Assim, você deve combinar previamente um valor pelo serviço prestado e o período que você precisa contar com ele.


Segundo a consultora Maísa Lopes, essa forma de contratação tem baixo custo, pois geralmente se paga uma diária, valor fixo por entrega ou ambos.


No entanto, ela alerta os risco de se criar vínculo trabalhista, o que pode gerar dor de cabeça para você no futuro. Além disso, há dificuldades operacionais de manter um trabalhador assim, já que você precisa ficar constantemente combinando a forma de atuação dele.


Cadastrando seu estabelecimento em apps de delivery


Uma outra possibilidade é você cadastrar o seu estabelecimento em aplicativos de entregas como iFood, Uber Eats e Rappi.


Dependendo do plano, esses aplicativos tomam conta de todo sistema de entregas para você.


No caso do iFood, ele oferece dois tipos de plano: básico e entregas.


Se o seu estabelecimento quer usar o aplicativo para divulgar seu cardápio e tem uma frota própria de motoboys, você pode ficar com plano básico.


Nele, você usa apenas o marketplace do iFood, em que é cobrada uma mensalidade de R$100 e uma taxa de 12% do valor do produto. Mas lembrando, nesse caso, você que faz a entrega.


Agora se você quer usar a frota de entregadores do iFood, deve ficar com o plano entregas, em que é cobrada uma mensalidade de R$130 e 27% do valor do produto.


Nesse caso, você não terá preocupação nenhuma com a operação ou logística, o que por um lado é positivo.


Porém, muitos estabelecimentos preferem ter esse controle e querem saber quem é o entregador, se ele mantem um padrão de atendimento, higiene e etc.


Além, é claro, dos custos, que podem ser bem elevados para alguns estabelecimentos.


Contratando serviços terceirizados de entregas


Você pode estar perguntando se não seria a mesma coisa que um app tipo iFood. Mas não é bem assim.


Empresas de entregas podem ou não usar aplicativos, apesar da tendência desse serviço migrar cada vez mais para os apps.


Eles são focados na entrega e não possuem um cardápio.


Basicamente, esse tipo de serviço é prestado por empresas de motoboys e apps tipo a Loggi e a Juma.


Nesse caso, você faz um contrato com a empresa, que tem sua própria frota.


Assim, quando você necessita de uma entrega, entra em contato com ela, que disponibiliza um de seus motoboys para a realização do serviço.


Nesse modelo tudo varia de acordo com a empresa que você contrata, por isso, a necessidade de pesquisar bem o serviço antes de contratar.


A plataforma da Machine consegue atender exatamente esse tipo de empresa. Quando eles nos contratam, disponibilizamos a eles um aplicativo para entregadores e clientes, personalizados com suas logos.


Além disso, ele terão um painel de solicitação de entregas, justamente para poderem atender clientes como você.


Com esse painel, você consegue de forma totalmente online, selecionar até nove destinos de entregas em uma só rota. Além de poder acompanhar todo o deslocamento da entrega.


Para os estabelecimentos do Rio de Janeiro, uma dica é conferir o site Mr. Frete, em que você tem acesso a um catálogo online com as melhores empresas de entregas da região.


Quero ter minha própria frota. A Machine pode me ajudar?


Sim, caso você prefira ter a sua própria frota de entregadores, seja contratados ou autônomos, a Machine também serve para você.


Se você é dono de um mercado, restaurante ou outro estabelecimento e optou por não contratar uma empresa terceirizada para realizar as suas entregas, conheça o módulo de entregas da Machine.


Assim como para as empresas de motoboys, você cadastra seus entregadores, dispara seus pedidos e acompanha tudo dentro da sua plataforma.


Você também pode cadastrar diferentes tipos de veículos para realizar as entregas, não apenas motos.


Cada vez que solicitar a entrega, ela tocará no aplicativo que disponibilizamos para seus entregadores.


Tudo de forma fácil e eficiente para você garantir a melhor experiência para seus clientes.




3,840 visualizações

Um produto

O Mr. Frete conecta estabelecimentos às melhores centrais de entregas!

© 2020 Mr. Frete. Todos os direitos reservados.